Mundo Top
1
David Guetta feat Sia
Flames
2
Via & Tiago Nacaratu
Eu não
3
Imagine Dragons
Natural
4
Diogo Piçarra
Paraíso
5
Tiesto
Jackie Chan
6
Valas & Raquel Tavares
Estradas no Céu
 
NEWSLETTER RCP
Receba-a e esteja
sempre em dia
Informação
Marco de Canaveses - Avelino Ferreira Torres renunciou ao mandato de vereador

Avelino Ferreira Torres renunciou ao mandato de vereador na Câmara Municipal do Marco de Canaveses. O agora ex-autarca alegou motivos de saúde para se afastar da atividade municipal.

A renúncia ao mandato é vista no Marco de Canaveses como um desenlace normal atendendo a que Ferreira Torres, na primeira reunião de Câmara após tomar posse, apresentou de seguida um pedido de suspensão de funções.

Este poderá ser o fim de linha para “o polémico Avelino”. Era assim que gostava de ser conhecido. Tornou-se proprietário de empresas do sector das madeiras, tipografias e jornais, nos anos 80. Presidiu ao F.C. Marco, que o levaria a exercer funções no Conselho Nacional de Arbitragem da FPF, já na década de 90.

Foi, no entanto, a partir de 1983 que se tornou, pelo CDS, presidente de Câmara, mantendo-se até 2005. Tentou repetir o feito em Amarante, terra natal. Não conseguiu. Regressou ao Marco mas sem a força eleitoral de outrora perdendo por duas vezes para o social-democrata, Manuel Moreira. Presença assídua dos tribunais, Avelino acabou com o cadastro limpo por força das prescrições.

Em 1985, convidou a girl band Doce a participar nas festas do municipio. No decorrer desse espectáculo, o então presidente quis gravar a actuação em vídeo. Como tal foi recusado pelas cantoras, uma vez que não fazia parte do contrato, Avelino subiu ao palco e chamou-as de "lambisgóias" e "badamecas". O povo aplaudi-o e o concerto terminou antes de começar. Nascia o mito.

António Orlando